Conteúdo

ESTÉTICA E  SAÚDE: A TRANSMUTAÇÃO DO CORPO
ISBN 9788583050292
Editora: OPÇÃO EDITORA
Autores: Gomes, Cristiane Faccio et al.

'Estética e Saúde - transmutação do corpo' discute temas que correspondem a problemas atuais relativos a - 'beleza' é saúde? Corpo, mídia e cultura; Todos comem, mas e só eu sou gorda? Uma reflexão clínica sobre adolescência, corpo e relações familiares; Estética do corpo feminino - sua função num mundo tecnológico; Estética, saúde e subjetividade feminina - indústria cultural e medicina higienista nos reality shows não são ainda tratadas cientificamente como deveriam. Isto pode acarretar em outros problemas, pois a falta de informação científica leva muitas vezes a forte comercialização da saúde. Discute também aspectos do mercado de estética no Brasil e equipamentos e inovações tecnológicas na estética. Trata-se de uma obra interdisciplinar de excelente qualidade destinada aos que se interessam pela Promoção da Saúde, de valor inestimável pelo seu conteúdo e de alto teor científico. Outros temas como - atividade física - estética, saúde e qualidade de vida; a atuação da fisioterapia na área da estética e saúde; o envelhecimento cutâneo e promoção da saúde; o rejuvenescimento e qualidade de vida; as representações sociais sobre o corpo nos contextos de estética e saúde; as reações adversas a produtos cosméticos; os cosméticos hidratantes com visão geral sobre desenvolvimento e benefícios no cuidado da pele; a drenagem linfática etc

COMPRAR 

AS TRILHAS DA DERRISÃO: 

ISBN 97885615138
OPÇÃO EDITORA
Drumond, Josina Nunes
2014
r$ 52,00

Para a abordagem dos mecanismos do riso na comédia, aqui serão focalizados dois autores de grande talento, considerados como expoentes da comédia francesa e brasileira - o francês Molière (Jean-Baptiste Poquelin, 1622-1673), considerado o maior comediógrafo e comediante francês de todos os tempos, e o brasileiro Martins Pena (Luís Carlos Martins Pena, 1815-1848), criador da comédia nacional, chamado por João Caetano de 'o Molière brasileiro'. Esse autor dramático fluminense, pouco lido e pouco conhecido, possui veia cômica inata e sabe como ninguém provocar a hilaridade descomedida em seu público. Martins Pena mantém a tradição da imitação dos clássicos. Todavia não se atém a isso. Ele se volta para a realidade nacional, fazendo um daguerreótipo de nossa sociedade do período do Brasil Regência e dos primeiros anos do Segundo Reinado.

COMPRAR